Publicado em Curiosidades, Una Prata

10 pedras mais conhecidas

TURQUESA

pedra cabuchao turquesa rec joia bij

Utilização: Chamada de “pedra dos anjos”, confere a proteção dos seres angélicos.

Turquesa significa “pedra turca”. Seu nome se origina do século XV,turqueise (francês) que significava “turco”. Antigamente, as rotas comerciais da Europa, traziam esta linda pedra quando passavam pela Turquia.

Os turcos a chamavam de fayruz, ou seja, “pedra da sorte”. Recomenda-se que os anéis de turquesa sejam retirados antes de lavar as mãos. Ela possui uma umidade natural que pode ser perdida ao longo dos anos.

Na Idade Média, acreditava-se que a turquesa aliviava a melancolia e também protegia quem sofria de doenças cardíacas. Entre os maometanos, existe a crença de que a turquesa foi escolhida para ser incrustada nos trechos do Alcorão. Como tem fosfato, confere poderes cerebrais mais apurados. Chamada de “pedra dos anjos”, possibilita quem a possui, de atrair a proteção dos seres angélicos.

TOPÁZIO

770ct-topazio-azul-london-natural-p-pingente-frete-gratis_MLB-F-3071811485_082012

Utilização: Concede a nobreza da vida amorosa, além de proporcionar a esperança.

O topázio recebeu seu nome da fabulosa Ilha Vermelha de Topázios ou Topazin (ilha Zebeirget, no mar vermelho) que significa “buscar”. Em hindu, o topázio significa “fogo” e portanto, serve para energizar o corpo especialmente durante o sono.

As pessoas identificam o topázio tipicamente amarelo, mas a maioria é incolor. É um cristal duro. O topázio é associado às pessoas ricas.

É ideal para a motivação no trabalho ou no estudo, além de evitar qualquer tipo de doença transmissível. Foi usada por dois Papas (Clemente VI e Gregório II) para afastar a peste e por isso, aumentou a crença na eficácia dos poderes desta gema.

O topázio pode ser aplicado na meditação ou em sessões de cura para ativar os centros mais elevados de energia. Dá nobreza à vida sentimental.

AMETISTA 

1285cts-ametista-roxa-oval-100-natural-p-pingente-ou-anel_MLB-F-226147641_4077

Utilização: Cristal associado à espiritualidade, consegue dissolver as forças negativas transformando-as em forças positivas.

Desde a Antiguidade, atribui-se à ametista poderes sobrenaturais, conferindo sorte, estabilidade e proteção contra feitiços. Na Grécia, conta-se a lenda que a ametista era uma ninfa que amava o deus do vinho.

Ao ser desprezada por ele machucou-se tornando-se uma pedra se opondo aos efeitos da bebida. A palavra ametyst significava “não bêbado”, porque acreditava-se na capacidade de manter sóbrios os religiosos. Quando colocada no centro com outros cristais em sua volta consegue limpá-los.

A ametista modifica a estrutura molecular das coisas assim como, absorve as forças negativas como uma esponja e devolve aos éteres, purificadas. Sua cor representa a vibração máxima da terceira visão, auxiliando a mente para uma compreensão mais profunda. Deve ser usada quando alguém se encontra em depressão.

SAFIRA

na_safira1

Utilização: Chamada de “pedra da boa sorte do destino”, é associada ao mundo celeste.

A palavra safira vem do persa saffir, do árabe safir e do grego sapphiros(que significa amado de Saturno). A derivação inglesa é sapphire.

Associada ao mundo celeste, é considerada como “a pedra da boa sorte do destino”. A tradição judaica revela que as letras das leis que Deus concedeu à Moisés, foram feitas de safira. Já os persas, diziam que a safira foi feita das últimas gotas de amerita, o elixir da imortalidade.

Possuir uma safira traz boa sorte e protege a virtude. No século XII, o Papa Inocêncio III ordenou que todos os anéis dos Bispos contivessem essa pedra para que os clérigos resistissem às influências pouco harmoniosas. Depois, estendeu o uso para os Cardeais.

A safira é a pedra digna da realeza e se usada como pingente em um colar, defende contra todos os males.

RUBI 

ruby

Utilização: Favorece o amor e a beleza, além de garantir o sucesso.

O rubi é uma variedade da gema vermelha do coríndon. Provém do sânscrito kuruvinda, ou seja, “rubi”. A palavra também pode ter origem latina, rebeus.

Uma lenda no Sri-Lanka, relata que “as lágrimas de Buda teriam se transformado em rubis”; por isso, é uma gema sagrada para os budistas. Diz-se que Catarina de Aragão, a primeira rainha de Henrique VIII, teria sido advertida do seu declínio real pela perda da coloração do rubi que usava.

Desde o século XX, o rubi é produzido sinteticamente para as joalherias. A cor vermelha do rubi deu origem a crença de cura associada ao sangue.

O rubi favorece o amor, a beleza e garante o sucesso. Ele é a energia criativa dedicada aos aspectos mais elevados do Self-superior.

ESMERALDA

esmeralda-retangular-para-anel-formatura-126ctfretis-grati_MLB-F-3101305849_092012

Utilização: Gema preciosa, acredita-se que seu uso favorece o amor, a verdade e a revelação do futuro.

A palavra esmeralda provém do grego smaragdos, mas acredita-se que a origem do nome seja persa e significa “pedra verde”. Era consagrada à grande deusa Gaia, simbolizando sua terra verde nos festivais da primavera. A esmeralda era muito valorizada pelos gregos e romanos. Posteriormente, tornou-se a pedra de Vênus (ou Afrodite).

Ela traz tranqüilidade e faz com que as pessoas digam sempre a verdade. Os antigos acreditavam que a quebra de um voto ou um juramento fazia com que a esmeralda perdesse sua coloração. A esmeralda favorece o amor, a sensualidade e tem o poder de revelar o futuro.

Os médicos hindus, em seus tratados, consideravam que a esmeralda destruía as influencias demoníacas e onde quer que fosse guardado, seu proprietário era protegido dos espíritos malignos.

ÁGUA MARINHA

ibgmMTG13-agua-marinha-20101123-174927-20110302-084040

Utilização: Mineral da juventude, proporciona esperança, concentração e bem-estar.

Mineral cuja palavra deriva do latim “água do mar”, sempre foi considerada a pedra de sorte dos marinheiros. Também é conhecida como “pedra sagrada”. O Papa Júlio II possuía uma água-marinha de cinco centímetros de comprimento, incrustada na sua tiara.

Devido ao seu nome é também considerada protetora dos viajantes e embarcações. É recomendada para ser usada visando o bem-estar do chackra (ponto de energia) laríngeo; ou seja, garganta e tireóide.

Também ajuda os estudantes, aumentando a concentração. Desenvolve poderes mediúnicos. A água-marinha é a pedra da juventude, da esperança e da saúde. Seu propósito é expressar a verdade universal. Segundo Kevin Sullivan, “tem a função de fortalecer os órgãos purificadores, como o fígado, baço, tireóide e rins. Também é benéfica para os olhos, os maxilares, o estômago, os dentes e a garganta”

ALEXANDRITA

Alexandrita_lapidada

Ajuda a reconstruir a mente, corpo e o espírito após traumas recentes. Beneficia o sistema nervoso, o baço e o pâncreas. Traz o equilíbrio emocional e mental. É uma pedra com poderes regenerativos. Cria uma ligação mental, emocional e dos corpos etéricos, levando a um estado maior de equilíbrio. Combate a baixa estima e disordens do sistema nervoso. Inspira felicidade, criatividade, expansão da consciência e o amor pela vida.

OPALA

opala-pedra-da-lua_MLB-F-2902928817_072012

Utilização: “Pedra valiosa”, faz com que seu portador tome consciência das suas emoções.

A palavra opala deriva do sânscrito upala e significa “pedra valiosa”. Ela contém uma quantidade variável de trinta por cento de água e por isso, pode perder a água com o tempo, podendo secar tornando-se mais opaca. Guardada em um algodão úmido com óleo ou glicerina, é possível retardar a degenerescência.

Conhecida como a pedra da percepção da lua e da água, aumenta a vidência de quem a usa. Na Idade Média, acreditava-se que o portador desta gema ofuscava os olhos dos outros se tornando invisível. Era considerada a pedra das bruxas e dos ladrões; por isso, a opala ficou com uma reputação de má sorte.

O propósito da opala é ter intenção consciente das emoções. Seu uso ajuda no surgimento de uma nova idéia ou favorece a gravidez desejada.

DIAMANTE

diamante

Utilização: Quem o usa, torna-se protegido e purificado dos pensamentos inferiores.

O diamante é a pedra mais bela do mundo, embora oitenta por cento de sua extração tenha cor sombria e não é atraente, ocorrendo somente depois do corte e da montagem. Recebeu este nome derivado do grego por sua dureza e significa “indomável”. Também é a pedra mais dura da substância da terra.

O diamante é cento e quarenta vezes mais duro do que o rubi e mil vezes mais do que o quartzo. No curso de milhões de anos, o grafite torna-se diamante. No século XV, acreditava-se que dois diamantes juntos confeccionados em um único anel e usado pela esposa, podiam “se acasalar” protegendo tanto o casamento como os rebentos (vem daí a tradição de se presentear a mãe quando ela tem filhos com uma aliança de diamantes).

O diamante traz constância para que os casais continuem sempre enamorados. Também garante o afeto e a fidelidade, assim como a cordialidade e a sinceridade. No plano esotérico, devido a sua resistência, o uso de um anel confeccionado com um diamante torna quem o possui inabalável, totalmente protegido e purificado dos pensamentos inferiores.

Veja Também:

História e Origem das Alianças de Casamento e Anel de Noivado

aliancas_45

Anúncios

Autor:

Loja especializada em joias de prata, folheadas a ouro e ouro. Trabalhando com alta qualidade tanto em seus produtos quando no atendimento. E como nos preocupamos com o cliente buscamos sempre mante-los bem informados, e por meio desse blog, buscamos tirar dúvidas e mostrar algumas curiosidades sobre joias, assim como melhor maneira de usa-las, limpa-las e guarda-las.

Um comentário em “10 pedras mais conhecidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s